mozilla links
Edição Brasileira - Número # 23 - 11 de Outubro de 2004

Neste número:

Enquete

Em nosso último número, perguntamos se você já havia participado em alguma iniciativa de marketing. Estes são os resultados: Enquete desta edição: Você está usando Live Bookmarks?
Sim, são fantásticas!
Sim, mas espero que fiquem melhores
Não, vou esperar o Firefox 1.0
Não, não gosto de RSS
Não, prefiro o Thunderbird
Não, prefiro outros agregadores de RSS
O que são Live Bookmarks?

Nota: Se seu voto não for gravado, por favor, clique aqui.


@ Mozilla Store


Adesivos Firefox
US$ 2,95

O Firefox 1.0 PR (versão preliminar) chegou. Veio exibindo alguns recursos previamente anunciados, como Live Bookmarks, a barra de informações (emprestada do Internet Explorer SP2), a barra de localização, que provê uma interface mais amigável para localizar texto em uma página web, listas brancas (white lists) para marcar sites confiáveis que você deseja permitir que instalem extensões, e pequenos ajustes ao tema padrão Winstripe. Entre outros aprimoramentos, foram incluídos quatro novos motores de pesquisa como padrão, além do Google: Amazon, Dictionary.com, eBay e Yahoo!. Um novo item no menu Arquivo chamado Abrir Endereço, que faz a Barra de Endereços ficar acessível através do menu. O Modo Offline está de volta ao Firefox pelo menu Arquivo. O novo botão Atualizações na barra de ferramentas verifica a existência de versões mais recentes do Firefox. Pressionar a tecla ESC agora pára imagens animadas e modificadores de links agora funcionam em vários lugares na interface do browser. Por exemplo, clicar no botão Página Inicial junto com a tecla Ctrl abre a página inicial em uma nova aba.

Outra adição é a Senha Mestre, que protegerá todas as senhas salvas para formulários da web. Em cada sessão (cada vez que você inicia o Firefox), o Firefox vai lhe pedir esta senha na primeira vez que você acessar um formulário da web já salvo. Assim que você digitar sua senha mestre, suas páginas e janelas de login serão automaticamente preenchidas, como de costume. Para configurar sua senha mestre, no menu Ferramentas, selecione Opções. Abra a página Privacidade, expanda o item Nomes de usuários e senhas, e pressione o botão Senha mestre.... Você terá que digitar a senha duas vezes para confirmação e pronto.

Além disso, a barra da navegação está presente em toda e qualquer janela não importando o que a página requisitou. Isso previne que sites tentem imitar outros mais populares, como Amazon, eBay ou PayPal para obter suas informações pessoais (site spoofing).

No nosso web site, temos agora as dez últimas vulnerabilidades do Mozilla para que você possa manter-se atualizado de maneira fácil. Agradecimentos à Secunia, e especialmente Jakob Balle por configurar o arquivo-fonte RSS.

Obrigado pela leitura e, por favor, deixe-nos a par de seus comentários e sugestões.

Percy Cabello - Mozilla Links

Um Mozilla Melhor

Análise: deskCut 0.4.1
Desenvolvido por Evan Eveland

Se você sente falta do recurso do Internet Explorer que deixa você clicar com o botão direito em uma página e adicionar um atalho para ela na área de trabalho, não sinta mais.

O deskCut é uma pequena extensão que adiciona um item Criar Atalho no menu de contexto que irá deixá-lo fazer exatamente a mesma coisa no seu Mozilla Firefox.

No Linux, o deskCut pode não conseguir identificar a localização de sua área de trabalho. Assim, o autor adicionou uma opção para que se possa configurar manualmente a pasta que seu sistema identifica como sua área de trabalho. Vá até o Gerenciador de Extensões (menu Opções, Extensões), selecione deskCut e clique no botão Opções. Você pode também pedir para não ser notificado sobre a criação do atalho, através de um item de configuração na mesma janela.

Análise: Menu Editor 1.0
Desenvolvido por Devon Jensen e Nickolay Ponomarev

Cansado de ver no menu de contexto tantas opções que você nunca usa? Edite-as!

O Menu Editor permite a você esconder qualquer item que você não deseje ver no menu de contexto. Uma vez instalada a extensão, vá até a janela de opções do Menu Editor (menu Opções, Extensões, selecione deskCut e clique no botão Opções). Para incluir/excluir um item de menu, selecione-o a partir da lista e pressione Mostrar/Esconder. Você pode também reordenar os itens pelos botões Mover para cima/Mover para baixo. Se você instalou outras extensões depois de ter instalado o Menu Editor, isso pode ter adicionado itens de menu de contexto. Pressione Buscar novos para ter estes novos itens adicionados à lista. Para restaurar a configuração original de seu menu de contexto, clique sobre o botão Restaurar.

Próximas versões permitirão arrastar itens com o mouse e também editar menus adicionais.

Dica: Como Criar uma Live Bookmark
Contribuição de Percy Cabello

O Firefox 1.0 PR traz Live Bookmarks, um novo recurso para encontrar, armazenar links e visualizar arquivos-fonte da web (web feeds), sejam eles em formato RSS ou Atom. Mas, para isso, a página web oferecendo o arquivo-fonte deve tê-lo declarado corretamente para que o Firefox o reconheça e apresente o ícone RSS na barra de status.RSS

Então o que acontece com os arquivos-fonte por toda a Internet que não estão corretamente declarados? Se você chegar a uma página web e vir o ícone RSS icon ou XML icon, este está muito provavelmente apontando para um arquivo-fonte RSS ou Atom. Para adicioná-lo como um Live Bookmark:

Você manualmente criou um Live Bookmark e, como qualquer outra, esta expandirá no menu Bookmarks e Painel lateral com o conteúdo do arquivo fonte.

Outra maneira de se fazer isso é fazer download do LiveBookmarkThis, uma nova extensão que facilita muito a criação de live bookmarks. Uma vez que a extensão instalada, esqueça os passos acima e simplesmente clique com o botão direito nos ícones RSS ou XML e selecione Adicionar Live Bookmark.

Super dica: Ajuste Fino da Acessibilidade do Mozilla
Contribuição Preferential Project

O Firefox e a Suíte de Aplicações Mozilla oferecem diversas configurações de preferência que podem ser bastante úteis especialmente para pessoas com deficiências. Para editar qualquer uma delas, digite "about:config" na Barra de Endereços e clique duas vezes na configuração que deseja editar. Agradecimentos ao Preferential Project por ter documentado estas opções.

Opção Descrição e valores
accessibility.accesskeycausesactivation Pressionar a tecla de acesso segue ou link ao invés de simplesmente destacá-lo?
accessibility.browsewithcaret Navegar nas páginas usando o cursor?
accessibility.tabfocus Determina quais elementos da página podem ganham o foco quando a tecla TAB é pressionada
  • 1 : Apenas caixas de texto
  • 2 : Todos os controles de formulário exceto caixas de texto
  • 3 : Todos os controles de formulários
  • 4 : Links e imagens com links
  • 7 : Todos os controles e links
accessibility.typeaheadfind Habilitar a localização com "type-ahead"?
accessibility.typeaheadfind.autostart Iniciar a localização "type-ahead" sem a necessidade de pressionar / (localizar texto) ou ' (localizar links)?
accessibility.typeaheadfind.enablesound Habilitar alerta sonoro de erro para localização "type-ahead"? (desligado por padrão no Linux/Unix, ligado por padrão em outras plataformas)
accessibility.typeaheadfind.linksonly Permitir "type-ahead" apenas para links?
accessibility.typeaheadfind.soundURL Arquivo .wav para o alerta sonoro, ou utilize "default" para o som padrão, ou "beep" para o beep do sistema
accessibility.typeaheadfind.startlinksonly Localizar apenas do início dos links?
accessibility.typeaheadfind.timeout Tempo (em ms) antes que o "type-ahead" automaticamente desative-se
accessibility.usebrailledisplay Digite a linha de comando para o programa de visualização braille a ser usado com o Mozilla (branco significa nenhum)
accessibility.usetexttospeech Digite a linha de comando para o program leitor de textos a ser usado com o Mozilla (branco significa nenhum)
accessibility.warn_on_browsewithcaret Avisar o usuário antes de iniciar navegação com o cursor?
Comunidade: Acessibilidade no Mozilla com Aaron Leventhal

Como uma pessoa com problemas visuais ou membros amputados navega a web de maneira eficiente? Como alguém com deficiências cognitivas manipula tarefas complexas como email? Estas são questões que a maioria dos usuários do produtos Firefox, Thunderbird ou Suíte Mozilla provavelmente nunca se farão. Mas estas são exatamente as questões que se perguntam a cada dia os membros do Projeto de Acessibilidade Mozilla.

Como definido pelo Projeto enable das Organização das Nações Unidas - ONU: "Acessibilidade significa flexibilidade para acomodar as necessidades e preferências de cada usuário. Em um contexto Internet, acessibilidade é fazer a tecnologia dos computadores e recursos Internet úteis para mais pessoas que seria o normal." Em resumo, vamos todos acessar e usar a Internet.

Aaron Leventhal, líder do projeto Acessibilidade Mozilla nos deu uma visão geral sobre o que o Mozilla pode oferecer para pessoas com deficiências e algumas direções futuras deste projeto. Aqui segue um trecho da entrevista. Você pode obtê-la por completo no site da Mozilla Links (em inglês).

ML: Qual é sua formação? Como você se envolveu em acessibilidade?

AL: Em 1989, enquanto eu era estudante de graduação na Universidade de Madison - Wisconsin, fiquei insatisfeito com a abordagem da Ciência da Computação. Eu estava mais interessado em encontrar novos problemas interessantes para resolver com computadores - especialmente idéias para ajudar a sociedade. Eu era idealista, e não estava interessado em uma carreira como um codificador maluco de programas que não me importavam. Foi quando eu vi uma placa numa casa velha do campos que dizia Computadores para Ajudar Pessoas . Entrei e encontrei um homem cego e surdo chamado John, sentado em seu computador, pronto para conversar comigo. Como ele fazia isso? Bem ele tinha dois computadores lado a lado. Enquanto eu digitava em um, o texto aparecia no seu Visualizador Braille. Ele lia rápido, ocasionalmente pressionando um botão para obter os próximos quarenta caracteres de texto. Enquanto eu ouvia com atenção, ele respondia minhas questões sobre o fascinante mundo da acessibilidade. Eu estava impressionado com como a tecnologia tinha mudado a vida daquela pessoa tão drasticamente, e me questionava sobre quantas mais vidas poderiam mudar daquela maneira. Sem tecnologia, John seria completamente dependente de outras pessoas para que traduzissem tudo para ele. Sem isso, ele podia ter privacidade, ganhar dinheiro com engenheiro de software, manter uma organização com empregados. Mais tarde, descobri que John era um ótimo desenvolvedor C++ -- ele escreveu o núcleo da aplicação que depois utilizei para converter matemática avançada para Braille e vice-versa, o que é um desafio complicado.

O destino deu as cartas e logo me foi oferecido um emprego no outro lado da universidade em um negócio não muito convencional chamado "Raised Dot Computing" (Computação dos Pontos em Relevo). Todos estavam extremamente excitados em prover software Braille que poderia mudar o mundo. Embora não fôssemos bem pagos de acordo com os padrões da indústria de software, não importava. Para nós, a questão era que as pessoas cegas têm direito igual à mesma informação que as outras pessoas. Era uma grande oportunidade para mim. Por a companhia ser pequena, envolvia-me em quase tudo... vendas, marketing, documentação, suporte, planejamento, aparições públicas, negociação etc. Foi ótimo também para aprender com os fundadores da companhia sobre a tecnologia e a cultura da área de acessibilidade. Os clientes estavam realmente entusiasmados com nosso produto, Megadots, de qual escrevi a maior parte do código. Se você pensa que Braille consiste de apenas seis pontos, pense novamente. Há inúmeros e difíceis problemas computacionais a serem resolvidos na área de publicação Braille.

Basicamente, acho que me envolvi com acessibilidade pela mesma razão pela qual muitas pessoas são atraídas para projetos de código aberto: eu era novo, idealista e cheio de energia.

ML: Quais projetos você está envolvido e qual é seu papel?

AL: Antes de tudo, eu prego acessibilidade e ajudo a educar qualquer um interessado. Por exemplo, mantenho este website pelo qual tenho retorno bastante positivo. Provejo diretivas, normas e informações para outros engenheiros (como as Normas para Confecção de XUL Acessível que todos os desenvolvedores de XUL deveriam ler). O desafio do meu trabalho é que acessibilidade não é ensinado na escola, e as pessoas não vêem usuários com deficiências ativos no Mozilla (problema do ovo e da galinha), então a maioria dos desenvolvedores não se preocupa em saber sobre acessibilidade e projetar interfaces acessíveis com o usuário. Além disso, há um certo estigma relacionado à acessibilidade porque as pessoas o consideram uma limitação sobre o que elas podem ou não fazer, e que é tipicamente regulação excessiva por parte do governo. Na realidade, páginas da web acessíveis não são menos atrativas. Você ainda pode usar cores e imagens, mas você não pode confiar na cor e esquecer de adicionar o texto alternativo (ALT). Tecnologia acessível tende a ser mais amigável para qualquer um. Por exemplo, "Localizar enquanto digita" nunca teria sido implementado sem o Projeto de Acessibilidade. Controles remotos projetados com botões em formato intuitivo são mais fáceis para qualquer um usar, especialmente no escuro. Diversas invenções importantes aconteceram como fruto de trabalho em acessibilidade, como a máquina de escrever (inventada para que cegos da nobreza pudessem escrever cartas de amor com privacidade), microfone condensador, gravador de fitas, email, OCR, sintetização de voz, reconhecimento de voz, "closed captioning", pagers... e a lista é imensa.

Do lado técnico, estou envolvido em quase tudo relacionado à acessibilidade do Mozilla, sou o mantenedor do módulo da API de suporte à acessibilidade, navegação pelo teclado e Localizar Ao Digitar. Arquiteto e codifico a maioria das coisas relacionadas à acessibilidade do Mozilla. No entanto, dado que há demasiado coisas para serem feitas por uma só pessoa, tive que estabelecer algumas prioridades. No passado, isso significou fazer os controles do núcleo do Mozilla acessíveis e acessíveis por tecnologias de assistência. A outra peça chave foi o browser Seamonkey, projetado pela Netscape. Até agora, tive que ignorar uma porção de coisas interessantes, como MathML, SVG, email e plug-ins.

Depois de três anos de trabalho, agora que finalmente fizemos a maior parte do trabalho de acessibilidade na interface do Mozilla, ficou claro que temos que refazer uma boa parte do código, agora para o Firefox, que tem novos conjuntos de problemas. A boa notícia é que nem tudo precisa ser refeito -- praticamente só os componentes do Mozilla Browser.

ML: Qual é o papel da IBM em relação à acessibilidade do Mozilla?

Primeiramente, tenho que mencionar que a IBM tem uma rica história de inovação no campo da acessibilidade. Eles contrataram seu primeiro empregado com deficiência em 1920, e têm feito assim desde então. Com respeito à tecnologia, eles sempre estiveram na ponta. Eles desenvolveram uma máquina de escrever falante ainda em 1960. Hoje, a IBM tem um compromisso consistente para manter altos padrões de acessibilidade.

A IBM está ansiosa para ver o Mozilla acessível tanto no Windows quanto no Linux. Em curto prazo, estamos nos concentrando no par Windows e Seamonkey (nome código da Suíte Mozilla), mas, ao longo do próximo ano, deveremos estar trabalhando duro no Mozilla Firefox em ambas plataformas. Isso quer dizer que precisamos trabalhar nos erros existentes tanto na interface gráfica quanto na API de acessibilidade, que impedem o Mozilla de funcionar corretamente com tecnologias de assistência como Window-Eyes, ZoomText e GOK (Gnome Onscreen Keyboard).

No Windows, temos que focalizar na base de código do Mozilla e esperar que os fabricantes de tecnologia de assistência façam sua parte. No entanto, é difícil para eles justificar estas ações a não ser que eles possam vender mais seu produto por causa do suporte Mozilla. Não é um mercado extremamente grande, e todos os fabricantes já suportam um browser -- o Internet Explorer. Então, se alguém está impaciente para ver o Mozilla funcionando melhor com seu leitor de telas favorito ou outra tecnologia de assistência qualquer, por favor, contate seu fabricante. Não há problemas em nos contatar também. Mantenho as páginas Accesse Mozilla atualizadas com as últimas informações de compatibilidade.

Linux é uma história diferente. Fabricantes de tecnologia de assistência não querem tocar nesse assunto porque não vêem um modelo de negócio no código-aberto. A Sun Microsystems fez trabalhos muito importantes tanto na criação de aplicações quanto no início de projetos de tecnologia de assistência, mas há ainda muito a ser feito, especialmente com respeito à acessibilidade do Mozilla. Voluntários são definitivamente apreciados em todas as áreas da acessibilidade de código-aberto. Quiçá algum empreendedor possa até encontrar uma maneira de vender hardware de assistência com desktops pré-configurados com Linux.

Há também várias coisas interessantes acontecendo na Apple. No entanto, parece que não há muita gente interessada em trabalhar na acessibilidade do Mozilla no Mac OS X. Por exemplo, o Mozilla usa Cocoa quando deveria idealmente usar Carbon. A Apple está trabalhando atualmente para fazer o Safari a escolha para browser acessível no Mac OS X, ainda que não haja ninguém realmente tentando fazer a acessibilidade do Mozilla no Mac OS X funcionar. A implementação não seria difícil.

ML: Lendo o site do projeto de acessibilidade, parece que o foco atual é mais na suíte do que nas aplicações autônomas. Seria isso devido à agenda da IBM?

AL: No passado, todos usavam a suíte Seamonkey. A popularidade do Firefox é um fenômeno relativamente novo. A IBM viu que isso é uma tendência de mercado e está planejando mover seus esforços de engenharia também nesta direção.

ML: Qual é a visão geral da acessibilidade em outros projetos/produtos como Thunderbird, Firefox, Camino, Sunbird e Chatzilla?

AL: O Firefox está na agenda, como mencionei. Não há engenheiros trabalhando nos outros projetos. Enviem erros em problemas individuais. Correções são também bem-vindos. :)

ML: A acessibilidade das aplicações autônomas (Firefox, Thunderbird, Sunbird) foi tratada? Você pode prover alguma medida de quão acessíveis elas são agora?

AL: Não há dúvidas, quando postas lado a lado com o IE 5+, o Firefox 0.9.3 e o Mozilla 1.7 simplesmente não se comparam para qualquer usuário com deficiências sérias. No entanto, isto deve mudar para alguns usuários à medida que testes e ajustes vão sendo feitos ao decorrer deste ano. Nós temos algumas vantagens que deveriam eventualmente fazer uma grande diferença: navegação com abas, bloqueio de janelas pop-up, controle consistente de Javascript, Localizar ao Digitar, navegação com o cursor e melhor segurança. Algumas extensões poderiam potencialmente prover um grande benefício também. Por exemplo, o AdBlock poderia ajudar usuários com deficiência cognitiva, visual e física ao remover conteúdo desnecessário e confuso da página.

Por ora, precisamos corrigir nossas maiores falhas e conseguir suporte real das tecnologias de assistência antes que possamos nos exibir com nossas soluções. Por exemplo, a falta de acessibilidade de teclado para plug-ings é um problema sério que precisa ser consertado tanto em nosso código quanto pelos fabricantes. Isto deveria ser esclarecido enquanto a nova arquitetura de plug-ins é implementada. O Flash tem um outro problema. O browser Flash no Mozilla não suporta MSAA, embora a versão ActiveX o suporte.

ML: Algum comentário adicional?

AL: Primeiramente, gostaria de agradecer pela entrevista e pelo interesse.

Às vezes, as pessoas perguntam-me como podem ajudar. Há diversas áreas interessantes em que trabalhar, só é necessário fuçar um pouquinho. No meu ver, um dos melhores caminhos é envolver-se nos projetos de acessibilidade com código-aberto fora do Mozilla, especialmente para desktops Linux. Por exemplo, há um projeto de um leitor de telas experimental sendo escrito para desktop Linux em Python, chamado Orca. É ainda um projeto pequeno, portanto seria muito fácil envolver-se. O Acessibilidade KDE é também uma área interessante que precisa de muito suporte de voluntários.

Finalmente, se alguém quer envolver-se especificamente na acessibilidade do Mozilla, pode dar uma olhada em http://www.mozilla.org/access/ ou me enviar um email me . Há também um projeto interessante em mozdev.org chamado MozBraille, que poderia fazer bom uso dos hackers interessados.

Obrigado ao Aaron pelo tempo para esta entrevista e por sua dedicação aos problemas de software com acessibilidade. Também recomendamos esta apresentação de slides, uma breve porém detalhada visão sobre conceitos de acessibilidade.

Novidades do Mês

Mitchell Baker em Exibição

Este mês, Mitchell Baker, presidente da Fundação Mozilla, fez diversas aparições em programas de rádio sobre tecnologia. No primeiro, em 11 de Setembro, ela participou no Web Talk Radio Show com os âncoras Rob e Dana Greenlee. Você pode ler o texto completo da entrevista e ouví-la nos formatos MP3 ou WMA. Os textos e áudios são em inglês.

Mais tarde, em 24 de Setembro, ela foi entrevistada por Jon Gordon, âncora do Future Tense, um program sobre tecnologia na Minnesota Public Radio. Você pode ouvir a entrevista em formato Real Audio (em inglês).

Steven Garrity em Exibição, também

Steven Garrity também teve um mês movimentado e foi requisitado por diversos meios de comunicação para falar sobre sua contribuição e o projeto Firefox em geral. Você pode ouvi-lo ou vê-lo em:

Thunderbird 0.8 Lançado

Em 14 de Setembro, o Thunderbird 0.8 foi lançado. Esta versão contém alguns recursos novos, como Caixa de Entrada global, que permite ter os emails recebidos em todas as suas contas chegando a uma única pasta, suporte a importação do Eudora, Mozilla Mal, Outlook e Outlook Express; leitor de arquivos-fonte RSS embutido, bloqueios para imagens remotas de remetentes desconhecidos, senha mestre única para as senhas salvas de todas as contas e diversos erros corrigidos.

mozdev.org: Chamada para Doações

mozdev.org, o provedor de hospedagem para a maioria dos projetos relacionados ao Mozilla (incluindo o Mozilla Links) está solicitando doações para cobrir as taxas de hospedagem e sua atual inscrição para tornar-se uma organização sem fins lucrativos. O mozdev.org tem tido um papel chave desde a concepção do projeto Mozilla como mantenedor das tecnologias Mozilla e também ajudado a comunidade através de extensões, temas, documentação, localização e outros tipos de projeto.

Você pode fazer sua doação via PayPal, Kagi ou cheque pessoal a:

Mozdev Community Organization
35 South Portland Ave #3
Brooklyn, NY 11217

Você Pode Ajudar a Divulgar o Firefox

Junto com o lançamento do Firefox 1.0 PR, um novo site para marketing do Firefox direcionado à comunidade foi lançado. Spread Firefox é um site onde todas as pessoas que incentivam o uso do Firefox podem registrar-se como afiliados e começar a fazer sua parte na divulgação do Firefox. Os usuários também ganham um blog que pode ser votado por outros usuários e visitantes e pode ser destacado na primeira página. A campanha "10 dias, 1 milhão de downloads" começou no lançamento e teve sucesso atingido já no quarto dia. Depois de 10 dias, o prazo inicialmente estabelecido, a marca já havia dobrado.

Outra iniciativa de sucesso é o sorteio de contas de email do GMail. Liderada por Robin Monks, este projeto coleta convites do serviço Beta GMail do Google de membros da comunidade e os distribui para outros membros que estão colaborando para espalhar o nome do Firefox de alguma maneira.

A primeira chamada, para 500 doações de contas GMail, novamente, foi superada de longe, com mais de 2000 doações. Entre na festa!

Primeiros Caçadores de Recompensa Mozilla

Em 14 de Setembro, a Fundação Mozilla anunciou que as primeiras recompensas foram dadas a Marcel Boesch, Gael Delalleau, Georgi Guninski e Mats Palmgren que encontraram e reportaram vulnerabilidades qualificadas. As correções para todos esses problemas já estão disponíveis no Firefox 1.0 PR.

Dê uma olhada no press release da Fundação Mozilla (em inglês).

ChatZilla 0.9.65 Lançado

Em 16 de Setembro, o projeto ChatZilla anunciou que o ChatZilla 0.9.65 (cliente IRC do Mozilla) já está disponível. Ele corrige 32 erros e, entre outros aprimoramentos, "adiciona lista de status de usuários colorida, suporte a SSL, novos comandos de usuário, e um conjunto revitalizado de emoticons", seguindo Justin Turner. O suporte DSS também foi melhorado, assim como caracteres UNICODE (para suporte a idiomas internacionais) são suportados em apelidos, nomes de canais, URLs IRC. O ChatZilla 0.9.65 será incluído na suíte de aplicações Mozilla 1.8. Está também disponível como extensão (XPI) para tanto Firefox quanto Suíte de Aplicações Mozilla. Você pode instalá-lo a partir do site oficial ChatZilla.

O Projeto de Plugins ChatZilla foi também anunciado. Ele manterá e distribuirá scripts de plugin para o ChatZilla.

Firefox 0.10.1 Lançado

Em 1º de Outubro, o Firefox 0.10.1 foi lançado. Isto corrige uma falha de segurança que poderia causar a remoção de arquivos na pasta de downloads.

Alex Vincent, que descobriu e reportou este erro, fez um ensaio pitoresco sobre o processo de descobrir e corrigir uma falha de segurança no projeto Mozilla.
Projetos
Contribuição de Brian King

Os relatórios independentes de status incluem notícias e atualizações sobre projetos de extensão e aplicações Mozilla hospedados em mozdev.org e outros lugares na Comunidade Mozilla.

Novas extensões estão pipocando a todo o momento, tanto no mozdev.org quanto em outros lugares. A variedade é enorme, com tudo desde ferramentas de desenvolvimento e clientes de FTP a janelinhas com hora e informações sobre o clima. No entanto, se você tem uma idéia genial que ainda não foi implementada, há uma enormidade de recursos para colocá-lo no caminho certo.

Um bom lugar para começar é Convertendo Extensões Firefox 0.8 para a nova API 0.9/0.10, de Jed Brown. Aqui, você vai encontrar dicas sobre os arquivos necessários para empacotar sua extensão, do arquivo install.rdf empacotado com XPI até o arquivo update.rdf que fica no servidor para o Gerenciador de Extensões verificar as últimas versões de sua extensão. Vale também a pena ler as páginas Extensões de Aplicação para Firefox no mozilla.org. Lá, há informação vital sobre versionamento, atualização e compatibilidade de versões. Estes documentos acabam com o mistério de escrever extensões para o Mozilla. E não esqueça de dar uma passada no Mozilla Update para apanhar o mais recente e melhor para suas necessidades diárias!

cuneAform 0.3

O Editor Feito pela Comunidade que Qualquer Um Pode Usar.
Para: Mozilla, Firefox
Plataforma: Windows, Linux, Mac OSX
cuneAform agora tem um instalador compatível com o Firefox 0.9+. Somos também um projeto baseado em comunidade e estamos sempre à procura de desenvolvedores e contribuintes.
Destaques notáveis:

Gnusto 0.7

Um interpretador para jogos Z-machine.
Para: Firefox
Plataforma: Windows, Linux, MacOS X
v0.7.0 é a primeira versão com ponto do Gnusto point em bastante tempo, então um monte de coisas interessantes entraram nela.
Destaques notáveis:

MozManual v1.00+

O Manual Mozilla - Introdução ao Mozilla.
Para: Mozilla
Plataforma: Windows, Linux, Mac OSX
Versão web em francês está agora disponível. Esta é uma versão muito bem feita usando CSS. A versão web revisada (inglês) está em desenvolvimento.

PurgeControl v0.2b

Protege emails importantes de serem acidentalmente deletados.
Para: Thunderbird
Plataforma: Windows, Linux, MacOS X
PurgeControl é uma extensão para o TB que permite a você controlar o comportamento do atalho Shift-Delete. Um pequeno erro foi corrigido e a versão v0.2b pode ser agora baixada.

Caminol10n

Localização para o Camino: Browser baseado em Gecko para Mac OS X
Para: Camino
Plataforma: MacOSX

Entregamos o Camino 0.8.1 multi-idiomas, a primeira versão feita com uma rotina experimental de QA (Garantia de Qualidade). Estamos também tentando obter mais equipes de localização: temos português e polonês já trabalhando. Espanhol/Castelhano, que estava faltando na versão 0.8.1, voltou e agora está sendo distribuído com um instalador isolado. Destaques notáveis:

Mozilla Archive Format 0.4.2

Para: Mozilla, Firefox
Plataforma: Windows, Linux
Agora, quase totalmente baseado em serviço de componentes. Compatível com 99.99% dos standards MHT e mais locais incluídos por padrão.
Destaques notáveis:

OutSidebar v0.8

Expande todos os painéis para a esquerda do browser para evitar redimensionamento da área de conteúdo.
Para: Firefox
Plataforma: Windows, Linux
A primeira versão do OutSidebar chegou!
Destaques notáveis:

HONcode Status v1.4, HONlookup v1.3

Coleção de plugins Mozilla / Netscape para HON
Para: Mozilla Firefox
Plataforma: Windows, Linux, Mac OSX
Extensões foram atualizadas para compatibilidade com Firefox 1.0PR.

Mail Redirect 0.1.7

Permite redirecionar (bounce) mensagens de email para outras pessoas.
Para: Thunderbird, Mozilla Mail
Plataforma: All
MailRedirect tenta esmagar o erro 12916. No Mozilla Mail, o MailRedirect está tão bem quanto no Thunderbird. Há adição de botões da barra de ferramentas (temas clássico e moderno), e CSS aprimorado.
Outros destaques:

Leia mais sobre cada um desses projetos no relatório completo.